Seleção Lexical

analiseb

Temas e figuras são palavras e expressões que servem para revestir as estruturas mais abstratas do texto. Os temas são mais abstratos que as figuras. Enquanto estas representam no texto coisas e acontecimentos do mundo natural, aqueles interpretam e explicam os fatos que ocorrem e tudo aquilo que existe no mundo.

Temas e figuras pertencem ao léxico de uma língua. O léxico consiste no repertório de palavras de que uma dada língua dispõe. Em sentido amplo, podemos considerar o léxico como sinônimo de vocabulário. Tem ele diferentes situações :

1) Gírias: vocabulário especial usado por um dado segmento social.

Ex.: rangar = tomar refeição; não embaça = não perturba;

2) Regionalismo: vocabulário próprio de uma dada região.

Ex.: piá = menino, no Sul do Brasil; bergamota = mexerica, no Rio Grande do Sul;

3) Jargão: vocabulário típico de uma dada especialidade profissional.

Ex.: desaquecimento da demanda = situação em que se compra menos;

4) Estrangeirismo: termos estrangeiros incorporados a nossa língua.

Ex.: spread = taxa de risco que se paga sobre um empréstimo; software = programas do computador;

5) Arcaísmo: palavras ou expressões caídas em desuso.

Ex.: festinar = apressar; físico = médico;

6) Neologismo: palavras recentemente criadas.

Ex.: televisar = transmitir pela televisão; principismo = atitude de intransigência na defesa de princípios; informatizar = submeter a tratamento informático;

O autor de um texto, para criar um determinado efeito de sentido, pode escolher figuras dentro de uma determinada região do léxico (vocabulário). Pode escrever seu texto em gíria, ou utilizar um vocabulário regionalista, ou ainda fazer uso de muitos arcaísmos. O que importa, para uma boa leitura, não é apenas identificar a escolha feita pelo autor, mas qual é a função que ela tem no sentido do texto.

A escolha de temas e figuras em determinadas regiões do léxico produz certos efeitos de sentido. Observe alguns setores lexicais e efeitos de sentido que produzem:

1) Gírias: sobretudo em textos narrativos, caracterizar o personagem através da linguagem que utiliza;

2) Arcaísmos: recuperar certa época, ridicularizar certo personagem que ainda insiste em utilizá-los;

3) Neologismos: caracterizar personagens ou épocas;

4) Regionalismos ou estrangeirismos: caracterizar, por exemplo, a procedência de um personagem;

5) Jargão: caracterizar a competência de quem o utiliza.

Complementos para seu estudo

→ Guia do ENEM: Veja aqui um guia completo com todas as informações sobre o ENEM! Onde você irá encontrar todas informações e dicas para de como realizar sua Inscrição e até como “Limpar sua mente” para um estudo com maior proveito.  Veja o guia completo aqui.

→ Guia da Redação Nota 1000: Veja todas as dicas de como escrever uma redação para ENEM merecedora de nota 1000! Confira dicas de elaboração de introdução e de como defender seus argumentos. O guia está disponível aqui.

→ Nota do ENEM: Veja este guia e tenha acesso a diversas informações relacionas a notas. Confira como medir seu desempenho, ou como é o calculo geral da nota. Confira estes e outros tópicos sobre Notas aqui.

→ ENEM, INEP e MEC: Entenda quais os papéis destes órgãos para a realização do ENEM.

→ Gabaritos do ENEM: Confira todos os gabaritos das provas anteriores do ENEM, assim você fica por dentro de tudo do que aconteceu nos anos anteriores. Acesse aqui.

Faça um comentário